Inbound ou Outbound: saiba qual a melhor estratégia para seu negócio

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no email

Inbound ou Outbound: saiba qual a melhor estratégia para seu negócio

O Inbound Marketing se tornou uma das principais estratégias de divulgação das empresas. 

De acordo com 59% dos profissionais de marketing, a preferência pelo Inbound se deve à maior produção de leads (potenciais clientes), oriundos das plataformas digitais.

Aliás, a internet foi a grande responsável pelo impulsionamento da estratégia. No entanto, isso não quer dizer que somente o Inbound se destacou. 

Técnicas de Outbound Marketing também existem no mundo virtual e ambas estratégias podem colaborar com o seu negócio.

Segundo dados na área de marketing, 75% das empresas B2B (Business to Business) e B2C (Business to Customer) adotam o Inbound Marketing como parte de suas estratégias, e já apresentaram um percentual de conversão bastante significativo.

Ao lado disso, empreendimentos que investem em Outbound Marketing também tiveram um crescimento no número de leads.

Diante disso, o presente artigo vai tratar do Inbound e do Outbound Marketing, além de mostrar qual a melhor estratégia para a sua empresa. Acompanhe a leitura!

Inbound Marketing: o que é e como aplicar a estratégia

O Inbound Marketing é uma estratégia que visa atrair, converter e encantar os clientes, a partir do oferecimento de conteúdo relevante. 

A técnica se afasta da publicidade tradicional, visto que o foco é fazer com que o público procure o seu negócio, não o contrário. Por causa disso, o Inbound Marketing é muitas vezes chamado de “Marketing de Atração”.

Desse modo, uma loja de materiais de construção, ao oferecer uma furadeira de alto impacto pode elaborar um artigo a respeito das funcionalidades do equipamento, ao invés de uma propaganda sensacionalista com o preço do produto.

Com isso, as pessoas se sentem impactadas pelo conteúdo divulgado a respeito do aparelho e se sentem mais confiantes sobre a loja, permitindo uma aproximação gradual e a construção de um relacionamento saudável, que pode resultar na venda.

Em síntese, o Inbound Marketing é uma estratégia que tem o objetivo de atrair o público até o seu negócio. Dessa forma, a empresa apresenta soluções e transforma os clientes em promotores da marca.

Como aplicar o Inbound Marketing na sua empresa

O Inbound Marketing ganhou relevância com o crescimento da internet. Muito disso, deve-se à própria mudança no comportamento do consumidor, que não está interessado somente em propagandas invasivas, mas sim, em informação.

Ou seja, ao procurar por um remédio redutor de apetite, por exemplo, o usuário não quer somente saber o preço. Ele quer ser informado a respeito da eficácia, como tomar o produto, efeitos colaterais, etc.

Esses conteúdos despertam a atenção do internauta. Assim, ao receber informação relevante, há maiores chances de concretizar a venda.

Para aplicar o Inbound Marketing na sua empresa, é importante incorporar algumas estratégias, tais como:

  • Marketing de Conteúdo;
  • SEO (Search Engine Optimization);
  • Estratégias em redes sociais;
  • Link buildings.

Abaixo, vamos abordar rapidamente cada uma das técnicas.

Marketing de Conteúdo

Como o próprio nome já diz, o Marketing de Conteúdo se refere à produção de conteúdo relevante. Isso pode ser feito por meio de artigos publicados em blogs, e-books, e-mail marketing, entre outras ferramentas.

O Marketing de Conteúdo é uma das principais ações dentro do Inbound Marketing, visto que ele é o responsável por atrair o lead.

Assim, elaborar um e-book a respeito dos vários modelos de piso laminado de madeira, com dicas de decoração para residências, pode ser uma boa forma de atrair os clientes.

SEO

O SEO, ou otimização para os mecanismos de busca, consiste em um conjunto de técnicas, que podem ser aplicadas juntamente com o Marketing de Conteúdo, para melhorar o ranqueamento de páginas da web nos buscadores, especialmente o Google.

Assim, utilizam-se palavras-chave específicas, com os termos mais procurados pelos usuários.

Por exemplo, ao perceber uma grande procura por correia transportadora borracha, a empresa pode usar essa palavra-chave específica e, assim, produzir conteúdo em cima dela e aparecer entre os primeiros resultados de pesquisa do Google.

Estratégias em redes sociais

As redes sociais também são extremamente importantes para o Inbound Marketing. Afinal de contas, grande parte dos usuários utilizam esses canais para fazer pesquisa, se relacionar (com outras pessoas e empresas) e obter informações a respeito de algo.

Diante disso, vale a pena ter um planejamento de publicações em redes. Também é possível integrar com as outras técnicas.

Por exemplo, ao escrever um artigo sobre dicas de decoração com impressão vinil adesivo no blog da empresa, o mesmo conteúdo pode ser compartilhado no Facebook, para atrair novos leads.

Link buildings

Os links buildings são hiperlinks de outros sites que aparecem em páginas da web. Eles também interferem no ranqueamento dos buscadores, visto que quanto mais links buildings, mais o seu site é considerado popular.

E o Outbound Marketing: o que é?

O Outbound Marketing é a estratégia convencional de divulgação, ou seja, é a publicidade ativa no processo de prospecção de clientes, onde a empresa vai até o público.

Para ilustrar, podemos visualizar uma propaganda de televisão a respeito de um disjuntor para energia solar em oferta. Isso é Outbound Marketing.

Normalmente, a estratégia utiliza os meios tradicionais de propaganda, como a TV, o rádio, os jornais e revistas. Contudo, a internet também conta com canais específicos para isso.

Um exemplo claro são os anúncios pagos do Youtube. Ao assistir um vídeo na rede, por vezes nos deparamos com uma propaganda no meio do conteúdo, sobre assuntos diversos, como a propaganda de uma empresa de piso industrial epóxi. Isso também é Outbound.

Apesar de muitas empresas terem abandonado a estratégia, a tática, quando bem planejada, pode trazer resultados altamente positivos para a marca.

Por causa disso, é importante definir bem o público-alvo, segmentar a divulgação e elaborar uma propaganda diferenciada.

Vale ressaltar que, diferentemente do Inbound Marketing, o Outbound traz um retorno muito mais rápido. 

Afinal de contas, o primeiro visa o encantamento do público, algo que é construído a longo prazo.

Inbound e Outbound: qual estratégia devo usar no meu negócio?

A resposta para esse questionamento é simples: use as duas estratégias.

Tanto o Inbound quanto o Outbound Marketing possuem vantagens que devem ser levadas em consideração pelas marcas. 

Assim, quando bem planejados, é possível aplicar ambas as técnicas e obter ótimos resultados.

Por exemplo, uma empresa pode produzir um conteúdo interessante a respeito de um adesivo quadro branco, com técnicas de SEO, Marketing de Conteúdo e divulgação em redes sociais.

Ao mesmo tempo, o negócio também pode utilizar das mídias tradicionais para elaborar uma propaganda sobre o produto, destacando os ótimos preços e o excelente custo-benefício.

Desse modo, a empresa é capaz de atrair leads e pessoas interessadas de diferentes formas, com maiores chances de concretizar as vendas.

A seguir, ressaltamos alguns pontos divergentes entre o Inbound e o Outbound Marketing:

Inbound

  • Foco na produção de conteúdo;
  • Visa educar e entreter o público-alvo;
  • Atração por meio de redes sociais e buscadores (Google);
  • Modelo de comunicação aberto;
  • Maior interação entre a empresa e o cliente;
  • Custo relativamente mais baixo;
  • Resultados a longo prazo.

Outbound

  • Foco na propaganda direta do produto/serviço;
  • Comunicação direta entre empresa e cliente;
  • Prospecção ativa, identificando quem são os consumidores;
  • Menor engajamento e interação do público;
  • Custo relativamente mais elevado;
  • Resultados a curto prazo.

Portanto, ambas as estratégias possuem benefícios, que são válidos para o planejamento de marketing das empresas.

Importante dizer que o Outbound passou por diversas mudanças ao longo dos anos, especialmente com a chegada do Inbound.

Para não se tornar obsoleto, o modo de fazer e criar o Outbound passou a mudar, com a implantação de estratégias de segmentação de público. É o chamado Outbound 2.0.

Nesse sentido, empregam-se técnicas especializadas no time de vendas, para ter uma maior geração de leads, acompanhar o novo comportamento dos consumidores e criar um relacionamento saudável da empresa com o cliente.

Porém, é importante ressaltar alguns detalhes: o Outbound Marketing costuma ter um custo maior do que o Inbound, justamente por trabalhar com canais tradicionais. Afinal, divulgar uma propaganda na televisão, rádios ou impressos demanda um custo.

Já o Inbound Marketing tem um valor de investimento muito reduzido, visto que as suas principais técnicas de divulgação podem ser feitas na internet e de forma gratuita. Até mesmo os anúncios pagos nas redes sociais têm um custo bastante inferior.

Por esse motivo, empreendimentos novos no mercado, ou empresas que não contam com uma boa quantia para investimento em Marketing, podem preferir o Inbound.

Isso também não quer dizer que o seu negócio precise investir somente no Marketing de Atração, mesmo nos primeiros anos de vida da empresa. Tudo irá depender do seu orçamento e o quanto se pretende gastar em Marketing.

Esse texto foi originalmente desenvolvido pela equipe do blog Guia de Investimento, onde você pode encontrar centenas de conteúdos informativos sobre diversos segmentos.

Assine nossa Newsletter

Fique por dentro das novidades do mundo digital.

Compartilhe com seus amigos

Compartilhar no facebook
Compartilhar no google
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email