Entenda como utilizar o Inbound Marketing em sua estratégia

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no email

Entenda como utilizar o Inbound Marketing em sua estratégia

O Inbound Marketing ganhou notoriedade nos últimos anos, por se apresentar como uma das estratégias mais eficientes, principalmente dentro do Marketing Digital.

 

De acordo com uma pesquisa realizada, mais de 75% das empresas que aplicam o Inbound Marketing acreditam que a estratégia trouxe resultados positivos.

 

Além disso, 59% dos profissionais de marketing afirmam que a técnica é capaz de aumentar vendas e contribuir para a atração de leads (potenciais clientes).

 

Mas o que é o Inbound Marketing? O artigo de hoje irá responder esse questionamento e mostrar como aplicar a estratégia no planejamento de marketing da sua empresa. Acompanhe a leitura!

O que é o Inbound Marketing?

O Inbound Marketing consiste em um conjunto de técnicas e estratégias de marketing, que se baseiam na criação e compartilhamento de conteúdo relevante, voltado a um público-alvo específico. 

 

Desse modo, o método é atrair os clientes até à empresa, criando um relacionamento mais duradouro.

 

Ou seja, ao invés de desenvolver uma propaganda sobre emergências veterinárias, como vemos na televisão, por exemplo, o Inbound Marketing se volta à elaboração de um material informativo, rico e que possa sanar a dúvida da audiência.

 

Quer dizer que, a estratégia não interrompe os clientes, ao contrário, ela é capaz de atrair o público pela oferta de conteúdo. Por conta disso, o Inbound Marketing também é chamado de “Marketing de Atração”.

 

A partir disso, as pessoas impactadas pelo material compartilhado se sentem mais confiantes em relação a empresa, permitindo uma aproximação maior e construindo um relacionamento mais saudável com a marca, o que geralmente resulta em vendas.

 

Ora, voltemos ao exemplo anterior. O cliente terá mais confiança se o conteúdo de emergência veterinária mostrar a importância da fisioterapia para animais, ou somente anunciar o serviço com o preço e formas de pagamento?

 

Provavelmente, a primeira opção terá melhores resultados, visto que ela transmite uma informação de qualidade ao público. Essa é a intenção do Inbound Marketing.

 

Em resumo, considera-se que o Inbound Marketing é a estratégia na qual os clientes vêm até a empresa, interessados na mensagem, que apresenta soluções para às necessidades dos compradores e os transforma em promotores da marca.

 

Sendo assim, as principais características desse método são:

 

  • A comunicação aberta;
  • A oferta de produtos/serviços para interessados;
  • A produção de conteúdo relevante;
  • O relacionamento duradouro;
  • O maior engajamento com os clientes.

 

A estratégia se diferencia do Outbound Marketing, que nada mais é que o marketing tradicional, focado na divulgação de propagandas invasivas, como os comerciais de televisão e rádio.

 

Apesar de não ser restrito à internet, o Inbound Marketing ganhou maior repercussão nos ambientes virtuais, uma vez que as plataformas online possibilitam várias formas de compartilhamento dos conteúdos.

As principais vantagens do Inbound Marketing

Além de atrair clientes em potencial, os chamados leads, o Inbound Marketing é muito vantajoso para todos os tipos de negócios, sejam eles de grande, médio ou pequeno porte, até mesmo profissionais autônomos, como um oftalmologista de gatos.

 

O método tem tudo o que é necessário para a construção de uma marca forte, com grande reconhecimento no mercado e com capacidade para aumentar vendas. Veja alguns dos principais benefícios do Inbound Marketing a seguir.

1 – Alcance de um público-alvo específico

Um dos pontos mais positivos do Inbound Marketing é a atração de pessoas que realmente têm interesse no produto ou serviço oferecido. 

 

Quer dizer, apesar da estratégia ser capaz de aumentar o número de visitantes, ela direciona o conteúdo para pessoas certas, que demonstram potencial interesse em uma compra futura.

 

Ou seja, o perfil de clientes que buscam por uma licença de operação Cetesb, por exemplo, é muito específico. Com a produção de conteúdo, pode-se chamar a atenção justamente desse público. 

 

O marketing de conteúdo, que é uma das técnicas mais usadas dentro do Inbound, é capaz de gerar 3,2 vezes mais leads, em comparação com outras empresas que não adotam a estratégia.

2 – Aproximação com os clientes

Por oferecer materiais atrativos ao público ideal, o Inbound não “empurra” produtos ou serviços aos clientes, como ocorre no Outbound. Por esse motivo, é muito mais fácil estabelecer uma relação de confiança e proximidade com a audiência.

 

Dessa maneira, a empresa consegue ter mais reconhecimento no mercado e manter um relacionamento saudável com os seus compradores, já que o público está aberto para ouvir recomendações, dicas e demais informações sobre o seu negócio.

3 – Educa o público sobre produto ou serviço

Muitas vezes, as pessoas não têm ideia para quê serve e quais são os diferenciais do seu produto ou serviço. 

 

Por exemplo, um ortopedista para cachorro, que é um ramo da veterinária, pode não ser tão procurado, justamente porque o público não conhece essa atividade.

 

Porém, o Inbound Marketing é capaz de mudar isso, justamente por oferecer conteúdo instrutivo e informativo acerca da empresa.

 

Como consequência, fica mais fácil convencer o público sobre a necessidade de uma determinada mercadoria, ou de um trabalho. 

 

Ou seja, o Inbound Marketing confere maior poder de convencimento, pois utiliza argumentos didáticos, informações sólidas e conteúdo rico para orientar o cliente durante a jornada de compra.

4 – Custos mais baixo e ROI alto

O Inbound Marketing é uma estratégia muito mais barata, em termos financeiros, em comparação com o Outbound, isto é, o marketing tradicional.

 

Afinal de contas, é muito mais econômico produzir um conteúdo para a internet sobre banho e tosa para gatos, do que elaborar um comercial televisivo, por exemplo.

 

Além disso, essa redução de custos não afeta a qualidade do seu negócio. Ao contrário, torna o investimento em marketing mais eficiente, o que resulta em um ótimo ROI (Retorno sobre Investimento).

Como aplicar o Inbound Marketing em sua estratégia

Diante de todas as vantagens do Inbound Marketing, muitas empresas têm empregado o método como parte central do planejamento de marketing digital. Como toda estratégia, ela precisa ser bem elaborada, para trazer resultados positivos.

 

Assim, separamos algumas técnicas que podem te ajudar na implementação do Inbound Marketing. Confira!

Marketing de Conteúdo

O marketing de conteúdo é o carro-chefe do Inbound Marketing, visto que ele trata da produção de materiais relevantes, para a atração do público-alvo específico.

 

Nesse sentido, há muitas formas de produzir conteúdo, por exemplo:

 

  • Artigos em blogs;
  • Vídeos informativos;
  • E-books e webinars;
  • Newsletter para e-mail marketing;
  • Entre outros.

 

É importante que, durante a criação de um determinado material, a empresa tenha ciência de onde o usuário se encontra dentro do funil de vendas.

 

Por exemplo, alguém que já conhece os trabalhos de uma assessoria ambiental pode requisitar um conteúdo mais aprofundado, como um e-book. 

 

Por outro lado, um usuário que nunca ouviu falar desse tipo de serviço, pode se interessar por um artigo informativo básico dentro do blog.

 

Sendo assim, vale a pena investir na produção de conteúdo constante, atualizada e em diferentes formatos, para atingir os leads nos diferentes estágios da jornada de compra.

SEO (Search Engine Optimization)

O SEO, ou otimização para os mecanismos de busca, é um conjunto de técnicas que visa melhorar o rankeamento de uma página web dentro dos buscadores, especialmente o Google.

 

Para as empresas, essa estratégia é muito requisitada, visto que 97% dos usuários realiza pesquisas pelo Google. Portanto, aparecer entre os primeiros resultados é uma forma de atrair mais visitantes e ter maior conversão de leads.

 

Em resumo, o SEO se baseia no uso de palavras-chaves específicas, como “investigação detalhada”, que são os termos mais procurados no Google.

 

No exemplo, a palavra-chave se refere ao serviços de engenharia ambiental. Nesse sentido, empresas do ramo que usam o termo dentro de seus conteúdos têm maiores chances de obter uma boa classificação.

 

Mas não somente o emprego de palavras-chave é considerado como parte do SEO. Para ter um rankeamento favorável, a empresa também precisa investir em uma plataforma com boa navegabilidade para dispositivos móveis (tablets, celulares e smartphones), bem como oferecer um conteúdo atrativo aos usuários.

E-mail marketing

O e-mail marketing é uma das melhores formas de manter um bom relacionamento com os clientes, fidelizar os leads e fazer com que a sua empresa seja lembrada, mesmo no pós-venda.

 

Isso porque o e-mail ainda é considerado o canal mais usado pelos usuários para a troca de mensagens e, além disso, é visto como o meio de comunicação de maior confiança pelos clientes.

 

Sendo assim, invista em uma estratégia para o oferecimento de conteúdo relevante aos usuários cadastrados na sua lista de e-mail, mas também, mostre alguns diferenciais, como promoções e ofertas exclusivas.

Conclusão

Atualmente, o Inbound Marketing é considerado uma das estratégias mais efetivas de comunicação, relacionamento e vendas. 

 

Por conta disso, todos os dias novas técnicas são aprimoradas – tudo para conquistar a atrair o público.

 

Isso não quer dizer o completo abandono do marketing tradicional, o chamado Outbound. Aliás, é possível integrar ambas estratégias, para conquistar um número maior de clientes e, além disso, direcionar campanhas com diferentes objetivos.

Esse texto foi originalmente desenvolvido pela equipe do blog Guia de Investimento, onde você pode encontrar centenas de conteúdos informativos sobre diversos segmentos.

Assine nossa Newsletter

Fique por dentro das novidades do mundo digital.

Compartilhe com seus amigos

Compartilhar no facebook
Compartilhar no google
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email