Compartilhe com os amigos

Share on facebook
Share on whatsapp
Share on telegram
Share on linkedin
Share on twitter
Share on email

Montar um planejamento financeiro empresarial é essencial para qualquer empresa que queira crescer e se destacar no meio em que atua, afinal, quanto melhor souber lidar com as dívidas e as receitas, melhor irá saber administrar seus investimentos atuais e futuros.

Pensando nisso, o texto de hoje irá abordar como montar o seu próprio planejamento, evidenciando a importância e o desenvolvimento de cada uma das etapas, além de mostrar os benefícios e como tudo isso pode impactar o dia a dia de sua empresa.

A internet e a tecnologia vem ajudando a sociedade a avançar rumo a um futuro cada vez mais prático e rápido, mostrando como é possível que todos evoluam juntos quando se tem um objetivo em comum, mesmo que ele seja a aquisição de um software gestão de facilities.

Porém, a tecnologia pode custar caro e quanto mais a sociedade se desenvolve, mais as empresas têm de estar alertas para se adaptar ao novo mercado e continuarem sendo impactantes e relevantes tanto para o seu público quanto para novos leads.

Para isso, é necessário ter um bom controle organizacional por parte do negócio e isso também inclui um bom controle financeiro. Dessa forma, novos investimentos podem ser feitos para a sua empresa declaração de imposto de renda.

Em outras palavras, é necessário um bom planejamento financeiro para que todas as receitas vão para onde devem ir e as finanças sejam pagas em dia, fazendo com que a empresa e seu ciclo de compra e lucro continue em perfeita sincronia.

Para que seu negócio consiga ter uma vida financeira saudável, diversas estratégias e práticas podem ser implementadas, mas também é preciso de muita disciplina e organização por parte de toda a empresa.

Sendo assim, a pergunta que fica é: como fazer isso? Essas dicas e orientações se aplicam a toda e qualquer empresa? Mesmo uma terceirização gestão financeira consegue aplicar isso em seu dia a dia? Quais as etapas desse processo? 

Para ficar por dentro de como realizar esse feito e como ser efetivo ao criar o planejamento financeiro de sua empresa, confira os tópicos a seguir onde o assunto será melhor abordado e desenvolvido.

O impacto do planejamento financeiro

Primeiramente, é importante entender qual o impacto que esse tipo de prática pode causar na sua empresa, seja ela uma consultoria contábil ou uma logística, a curto, médio e longo prazo, além do que é exatamente um planejamento financeiro.

De forma simples e direta, o profissional ideal para te ajudar com o planejamento financeiro de sua empresa é um contador.

Essa prática envolve aumentar o capital de giro de sua empresa, economizar em algumas frentes de negócio, saber em qual época investir ou aumentar a produção com a ajuda de uma consultoria para planejamento estratégico.

Também é possível mencionar que o processo pode ser extremamente burocrático e, dependendo das decisões que seu negócio tomar, pode afetar diretamente o fluxo de caixa.

Em outras palavras, pode-se dizer que o planejamento financeiro é o responsável por estudar e avaliar a situação da empresa.

Após isso, planejar os próximos passos e o que será feito com a receita da empresa, dando prioridade aos projetos e soluções da mesma.

Pensando nisso, é possível destacar alguns benefícios que podem ser aplicados ao utilizar dessa estratégia, independentemente se seu negócio comercializa e aprimora programa de gestão empresarial nfse ou uma grande construtora, como:

  • Melhora na gestão da empresa;
  • Aprimoramento da cultura organizacional;
  • Maior flexibilidade com investimentos;
  • Redução de gastos;
  • Maior estruturação dos pilares do negócio. 

Com esses exemplos acima, podemos chegar a algumas conclusões. A primeira é que o planejamento sempre será a solução para uma completa reestruturação da base da empresa. 

Como estamos falando sobre planejamento financeiro, a base desse processo é a estruturação de capital.

Mesmo uma assessoria contábil para empresas entende o valor que um orçamento colaborativo e as pessoas tem dentro dessa meta, buscando sempre integrar cada vez mais a cultura da empresa a esse processo, fazendo com que todos se empenhem para atingir esse objetivo.

Um exemplo de como essa prática pode ser usada a favor da empresa e em prol dos colaboradores.

Com mais dinheiro sobrando de seus investimentos, é possível que a empresa focada em ajudar e manter o funcionário possa realizar campanhas nas áreas para um aumento ou até mesmo um bônus extra na participação de lucros. As possibilidades são várias.

O processo de planejamento

Agora que já ficou claro como até o planejamento tributário contabilidade pode impactar no dia a dia de sua empresa e no planejamento financeiro empresarial, é importante saber como realizar esse processo de maneira prática e eficaz.

Portanto, os tópicos abaixo serão de grande ajuda para a aplicação dessas ideias. Confira. 

01 – Analise a realidade do seu negócio

O primeiro passo para que o planejamento financeiro funcione é entender o mercado no qual a empresa trabalha, o produto ou serviços que ela comercializa e qual o segmento em que atua.

Em outras palavras, será necessária uma análise do momento atual do seu negócio.

É preciso se basear em fatos verídicos e que façam sentido com a realidade que o mercado propõe para a empresa, além da sua situação atual. Somente quando isso for feito que fará sentido a análise fria e direta do que pode ser feito para melhorá-la.

Mapeie os gastos e receitas da empresa, quais os investimentos que estão sendo realizados e quando acabaram, verifique os documentos financeiros e o balanço patrimonial. 

Faça tudo que estiver ao seu alcance para que os números obtidos sejam o mais próximos possíveis da realidade.

02 – Organize as informações

De nada adianta ter as informações corretas e necessárias para realizar o planejamento financeiro se elas não estão bem organizadas em algum lugar ou simplesmente o seu acesso não ser dos mais fáceis ou intuitivos.

As informações devem estar em um lugar que todos os envolvidos consigam ter um fácil acesso e, dentro da planilha ou programa de computador utilizado, as informações devem ser bem claras e objetivas. Uma legenda pode ser necessária para facilitar a compreensão de todos.

Defina prioridades dentro dessas possibilidades, programe os próximos gastos, construa um plano de vendas, desenvolva demonstrativos contábeis, entre diversas outras opções. Quanto mais informações, maior deve ser a organização.

03 – Trace um plano e crie metas

Crie algumas metas que sejam palpáveis e que façam sentido com a atual realidade do seu negócio. As metas podem ser de curto, médio e longo prazo, além de ajudarem e muito a todos os envolvidos em ter um foco real para alcançar.

Crie também um plano de ação para atingir tais objetivos, mesmo que o objetivo atual da sua empresa seja economizar uma quantidade X de dinheiro para investir em uma outra frente do seu negócio. 

O importante é ter estratégias boladas para os possíveis imprevistos e para o desenrolar das demandas e tarefas da empresa.

Quando se tem tudo planejado, mesmo que algo saia do que foi traçado, aumenta a probabilidade de se atingir as metas.

04 – Utilize a tecnologia a seu favor

O mundo está cada vez mais tecnológico e é importante que a sua empresa se adapte às novas formas de tecnologia, por isso, muito do planejamento financeiro realizado é para se investir nessas técnicas e possíveis inteligências artificiais novas.

Porém, para ser ainda mais assertivo no controle e gestão de informações e dados do seu negócio, utilize softwares que lhe auxiliem a atingir esses objetivos. 

Além disso, lembre-se que existem muitos que funcionam online e que podem ser integrados a outros sistemas dentro da sua empresa.

05 – Avalie os resultados obtidos

Após colocar as estratégias em prática, registrar o controle de tudo que foi realizado e coletar todos os dados referentes aos resultados obtidos, é necessário rever o que foi bem realizado e o que não atingiu as metas pré-estipuladas pela sua equipe.

Um bom planejamento financeiro requer paciência e muitos ajustes, além de uma análise muito bem feita sobre o que sua empresa precisa para aquele momento. 

Após realizar tudo isso, é importante colocar novamente tudo em prática para tentar atingir novos resultados que sejam ainda melhores do que os anteriores.

Considerações Finais

O texto de hoje abordou como é importante que a sua empresa possua um planejamento financeiro empresarial, como isso pode impactar e muito o dia a dia de seu negócio, além de alguns benefícios e o processo para desenvolver o seu próprio planejamento.

É importante lembrar que quanto mais organizado por uma organização, melhor serão os seus serviços e produtos. Portanto, investir nesse tipo de prática é necessário para manter o alto padrão de qualidade de sua empresa.

Agora que isso ficou mais claro, basta se sentar com os interessados e responsáveis por melhorar esse processo e começar a desenvolver a melhor estratégia para o seu planejamento, adaptando tudo a realidade do seu negócio e tornando-se ainda mais competitivo no mercado de trabalho.

Esse texto foi originalmente desenvolvido pela equipe do blog Guia de Investimento, onde você pode encontrar centenas de conteúdos informativos sobre diversos segmentos.

 

Postagens que podem ser do seu interesse

Abrir WhatsApp
1
Fale Conosco
Olá, Podemos te ajudar?
Clique no BOTÃO ABAIXO