marketing indireto

Compartilhe com os amigos

Provavelmente você já deve ter escutado falar ou lido em algum artigo sobre marketing e suas diferentes estratégias. Dentre todas elas existe uma estratégia chamada marketing indireto e, dependendo do seu segmento, praticá-lo pode ser o divisor de águas.

Muitas pessoas confundem marketing com publicidade e acabam tendo uma visão equivocada do que realmente é a força de uma boa estratégia de marketing para a empresa. Compreender a diferença dessas duas áreas é necessário nesse momento.

Tudo o que for feito exclusivamente para divulgação visual, sonora e/ou artística envolve publicidade e propaganda. São pessoas que pensam em formas de atingir o consumidor da empresa e fazer a marca ser vista por realizar determinada ação ou produto.

A principal diferença com o marketing é que o publicitário não pensa no público-alvo, pois ele já foi definido previamente pelas equipes estratégicas das empresas. Logo, o marketing envolve todo o método de construção de uma persona para as empresas.

Enquanto o publicitário pensa nas ações que podem fazer essa pessoa ser reconhecida, um bom marketeiro sempre saberá utilizar da publicidade e propaganda para realizar objetivos, mas nem sempre o publicitário saberá montar uma boa campanha de marketing.

Mas o que é marketing indireto?

O marketing direto realiza ações que são previamente calculadas para satisfazer interesses internos e externos de diferentes setores da empresa que estiver atuando naquele momento. São ações publicitárias, eventos e releases para imprensa.

Provavelmente você já deve ter visto uma série em um canal de streaming ou um filme de televisão e, ao notar o corte de cabelo de um ator ou atriz famosa e até a roupa que ele está utilizando, você imediatamente corre na internet ou no salão e os copia.

Ou como em filmes de super-heróis, quando os mocinhos chegam em uma determinada cena com um carro de luxo do ano de determinada empresa automobilística. Talvez até mesmo a empresa de instalação de película antivandalismo seja introduzida nessas produções de forma indireta.

Diferente do que vemos no supermercado, onde as diferentes marcas são expostas das mais variadas formas e tamanhos. O marketing indireto trabalha justamente no subconsciente de cada indivíduo, sem que ele perceba a influência da propaganda sobre ele. 

Divulgação fora do contexto

Os telejornais atuais praticam muito o chamado marketing indireto camuflado em matéria jornalística. Talvez seja o exemplo mais claro de marketing fora do contexto, que é o principal objetivo do marketing indireto.

Você está assistindo o jornal e as notícias estão a todo o vapor, mas depois do âncora voltar de um dos intervalos, ele chama uma matéria sobre uma determinada escola musical ou quem sabe uma visita a uma localidade turística.

Nesse momento, apesar de não ser uma notícia quente, a emissora encaminha repórteres e faz todo um material sobre o conteúdo, contando como se aquele determinado local fosse de grande importância para o cenário nacional.

A verdade é que os jornais não recebem apoio publicitário por defenderem a imparcialidade em suas redações, mas nada impede que uma empresa de mecânica industrial coloque dinheiro na emissora e uma matéria sobre mecânica industrial passe na reunião de pauta.

Então é bem possível que uma pessoa que assiste jornais com frequência tenha percebido que a matéria é muito mais uma divulgação de um produto ou empresa do que uma notícia jornalística de fato.

Isso é necessariamente tirar do contexto do público a ideia de estar assistindo uma propaganda sobre um fabricante de linha de vida. O tom suave, cômico, mas jamais imperceptível, afinal seu objetivo é nos trazer sempre a lembrança da marca. 

Marketing indireto depende do marketing direto

O marketing indireto é algo extremamente presente, principalmente em grandes empresas, pois possuem o capital necessário para implantá-lo dentro dos melhores canais que lhe convém, mas de nada adianta se não houver marketing direto para reforçar a lembrança.

Lembre-se que quando um personagem famoso cozinha um macarrão instantâneo na sua série favorita e isso te dá vontade de comer o produto, é preciso que este esteja disponível de diferentes formas.

O gatilho que gerou necessidade em você precisa ser disparado o quanto antes para que a vontade seja transformada em ação, ou seja, na compra do produto em questão. No caso que demos, seria o macarrão instantâneo, mas poderia ser outros.

Uma mentira contada várias vezes torna-se verdade

Não importa se o que você estiver falando for verdade ou mentira. Quando o assunto é marketing, basta fazer as pessoas acreditarem. O mais legal de tudo isso é que as sociais deixaram as pessoas mais vulneráveis a diversas propagandas.

Diferente do que se é imaginado, pesquisas sobre o assunto raramente são feitas, e se você conseguir gerar um impulso no consumidor, ele compartilha sem checar duas vezes. É importante saber disso, pois as pessoas costumam repetir o que as outras dizem.

Imaginemos uma pessoa que trabalha em uma empresa de diligenciamento como atendente. Esse indivíduo, por mais que se esforce, não seria capaz de comprar um ultra carro de luxo com o salário proposto pela vaga.

Porém essa pessoa assiste um filme e vê o herói Tony Stark dirigindo um carro que seria o seu sonho de consumo. Aquela imagem fica na mente dessa pessoa. Os dias passam e em uma festa esse mesmo indivíduo encontra seu amigo chefe de um setor financeiro.

Ele conta que o gatilho de aprovação do amigo com condições é ativado. As pessoas estão com esse carro na mente e existe um apelo na sociedade para fazê-lo comprar. Logo, por meio de uma pessoa sem condição, a empresa de carros chega até seu público-alvo.

Tudo isso com uma cena de 10 segundos, o que mostra que o marketing indireto é tão eficiente quanto um sistema de geração de vácuo.

Você gosta de futebol?

Você já se perguntou por que um jogador que tira a camisa do time recebe cartão amarelo por realizar o ato? Seria por estar se exibindo para as moças do estádio? A resposta é mais simples e clara do que você pensa.Os jogadores carregam na camisa o patrocínio de diferentes marcas, e quando o gol sai, basicamente todas as câmeras focam naquele jogador por muitos segundos e exibem e reexibem por diversas vezes.

A marca é literalmente empurrada de forma indireta ao consumidor, o que gerará um gatilho nele quando for realizar uma compra. As pessoas se lembram de diferentes coisas, mas quando o ato ocorre no subconsciente, elas não costumam identificar o que ocorreu.

Então o seu time toma um gol e imediatamente aparece a marca do distribuidor fonte chaveada. No dia seguinte você precisa de uma fonte e se lembrará do que? Exato, dessa marca que apareceu no estágio.

O nome do estádio também oferece um marketing indireto muito forte. Já que as pessoas sempre assimilaram o estádio à marca que leva o seu nome, as arenas mais modernas do Brasil já levam esse tipo de naming rights para si.

São patrocínios milionários que acabam tomando conta dos clubes de futebol unicamente por estarem estampando o nome da marca em um estádio esportivo. Se ocorrer uma copa do mundo ou um jogo da seleção, todos saberão do produto indiretamente. Veja outros:

  • Filmes;
  • Séries;
  • Backdrops ou painéis publicitários;
  • Comerciais de TV;
  • Vídeos de internet.

Todos esses locais recebem diariamente propagandas de marketing indireto em suas criações e constantemente acabam vendendo muito, mesmo que sem ser possível mediar o tanto de vendas que essa estratégia faz, mas é feita por todos os grandes negócios.

Nem mesmo os jogos escapam

O último local que o marketing indireto chegou e que conseguem conquistar muito dinheiro é no universo dos jogos. Quem nunca jogou um jogo de esportes ou de luta e viu propagandas expostas de forma indireta?

Você está lutando com um universo de zumbis e do nada aparece bem rápido um serviço de cross docking e você consegue ler a mensagem sem perder o foco no jogo, mas a propaganda já foi feita, você não percebeu e pode ativar um gatilho tempos depois.

Considerações finais

Se sua empresa é pequena, mas você deseja investir em marketing indireto, considere ver as opções dentro do seu local de atuação dentro das possibilidades. É importante patrocinar canais de sucesso e influencers.

É bem comum que as empresas de caldeiraria e montagem industrial ou maquiagem e roupas deem presentes a influencers para usarem sem divulgar necessariamente o nome da marca e gerar curiosidade nos seguidores.

A forma vai ser de acordo com as suas possibilidades, mas o marketing indireto é necessariamente uma boa saída para um relacionamento verdadeiro com o seu cliente.

 

Esse texto foi originalmente desenvolvido pela equipe do blog Guia de Investimento, onde você pode encontrar centenas de conteúdos informativos sobre diversos segmentos.

Postagens que podem ser do seu interesse

Abrir WhatsApp
1
Fale Conosco
Olá;
Podemos ajudar? Clique no BOTÃO ABRIR para falar conosco pelo WhatsApp