Saiba encantar seu público com uma boa escrita

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no email

Saiba encantar seu público com uma boa escrita

A escrita é uma maneira de se comunicar muito importante, utilizada em toda parte do mundo.

Para dimensionar essa importância, basta lembrar das obras literárias, registros históricos, conteúdos na internet e até aqueles desenhos nas pedras e pirâmides.

Tendo em vista todos esses pontos, é possível, também, notar que a escrita sempre fez parte da humanidade.

Atualmente, ela é ainda mais importante, principalmente se observarmos que conteúdo de qualidade se tornou fundamental para as empresas, com o surgimento do marketing de conteúdo.

No entanto, apesar de fazer parte de nosso dia a dia, muitas pessoas ainda têm dúvidas sobre como produzir uma boa escrita e passar adequadamente a mensagem que deseja.

Escrever bem não é impossível, pelo contrário, existem técnicas fáceis que podem ser praticadas no dia a dia para atingir esse objetivo.

Desde a introdução até a conclusão de um texto, tudo pode ser produzido de maneira a oferecer um conteúdo relevante e valioso, independentemente do tamanho do texto.

Para pessoas que desejam escrever ou para aquelas que precisam, estar por dentro de algumas estratégias é fundamental para alcançar o sucesso de uma boa escrita.

Neste artigo, vamos dar algumas dicas para escrever com qualidade, conseguindo atingir o objetivo da mensagem.

Afinal, o que é uma boa escrita?

Escrever bem vai muito além de estar por dentro das regras gramaticais, por isso, avaliar se um texto foi bem escrito é uma atividade complexa e que exige uma boa análise.

O mais importante, principalmente dentro das estratégias de marketing de conteúdo, é que o texto seja compreendido pelo leitor, levando-o a pensar sobre um problema, pesquisar mais sobre o assunto e, até mesmo, comprar algum produto.

Antes de se sentar em frente ao computador e começar a escrever, o redator precisa adquirir alguns hábitos e realmente colocá-los em sua rotina. 

Além disso, é necessário organizar todo o conteúdo e revisá-lo, antes de divulgar.

Características de um texto bem escrito

Como, então, avaliar se um texto foi bem escrito? Para saber se um texto apresenta uma escrita dentro dos parâmetros ideais, existem alguns fatores que devem ser analisados.

Entre os pontos estão:

  • Uma ideia por parágrafo;
  • Pouco ou nenhum uso da voz passiva;
  • Tempos verbais uniformes;
  • Linguagem simples.

Uma ideia por parágrafo

Dentro do marketing de conteúdo, existem muitas características que apontam um texto bem escrito, mas dentre as principais está o fato de que cada parágrafo deve conter apenas uma ideia. 

Isso ajuda a manter a objetividade, trazendo as informações de maneira organizada.

Pouco ou nenhum uso da voz passiva

A voz passiva dificulta o entendimento de uma ação. Por exemplo, é muito melhor dizer que “o pacote de algodão hidrófilo 1kg está mais barato esse ano”. 

O leitor entenderá imediatamente a mensagem, sem restar dúvidas sobre a informação.

Tempos verbais uniformes

Outra dica é usar frases curtas, usando mais pontos do que vírgulas. Os leitores desejam informações precisas e fáceis de ler. 

Além disso, o mesmo tempo verbal deve ser mantido ao longo do texto, o que facilita ainda mais a leitura.

Linguagem simples

Outra boa característica de um texto para marketing de conteúdo é o uso de linguagem simples. 

Termos técnicos e de difícil compreensão devem ser evitados, a não ser que sejam indispensáveis.

Quanto mais fácil de ser entendido, mais bem posicionado estará o texto nos sites de busca – automaticamente, mais o leitor ficará interessado.

Dicas para ter uma boa escrita

Algumas dicas podem ser adotadas no momento da escrita. Para facilitar esse processo, listamos a seguir 7 dicas para conquistar o aprimoramento. Confira: 

1. Ler muito

A primeira dica pode ser considerada óbvia, mas é uma das mais importantes. Independentemente do assunto de um texto, como calibrador de rosca tipo anel, é necessário muita leitura para que ele seja produzido.

Um bom redator lê com frequência para expandir o seu vocabulário, ajudando-o na produção textos sobre os mais variados temas.

É necessário acompanhar vários tipos de textos, desde romances policiais até bula de remédio. 

Parece um exagero, mas quando o redator tem acesso a diversos gêneros textuais, consegue produzir tipos variados de conteúdo, passando a mensagem como se deve.

Além disso, a leitura contínua permite compreensão natural das normas gramaticais, enriquecendo a qualidade da escrita.

2. Estudar a língua portuguesa

Todo bom redator precisa dominar o idioma que usa para escrever. Por isso, no Brasil e em outros países da língua portuguesa, é fundamental que se conheça as normas para a produção de um bom conteúdo.

Claro que, se mesmo sendo brasileiro, o redator produzir conteúdos em outro idioma, também precisa estudá-lo.

Obviamente, este estudo não precisa ser levado à exaustão, já que o redator, diferentemente do revisor, não precisa identificar figuras de linguagem, classificar predicados verbais e nem diferenciar orações, períodos, etc.

Mesmo assim, vale a pena consultar algumas gramáticas e conteúdos na internet sobre a língua portuguesa diariamente. 

Tal atitude evita que o redator cometa vários erros gramaticais que podem comprometer a escrita.

3. Escrever diariamente

Uma pessoa que trabalhe com a escrita, provavelmente escreve todos os dias. Mas no caso daqueles que estão começando, devem se apegar àquele ditado que diz: “a prática leva à perfeição”.

Quem escreve todos os dias desenvolve melhor as suas habilidades e também a sua criatividade. 

Quando a mente trabalha em escritas diárias, a atividade cerebral aumenta, tornando-o mais ativo e produzindo ideias cada vez melhores.

4. Trabalhar em ambiente apropriado

Muitas pessoas conseguem se concentrar em qualquer lugar, independentemente do que esteja acontecendo. No entanto, outras precisam de locais mais tranquilos para escrever.

Seja em um ambiente mais agitado ou em um local mais silencioso, um dos principais pontos a se levar em conta é o conforto. Por isso, o redator deve investir em uma cadeira confortável e de preferência ergonômica.

O local precisa ser bem ventilado e iluminado, para que a concentração melhore consideravelmente.

Para aquelas pessoas que se distraem facilmente, é recomendável evitar estarem próximas a aparelhos de TV, celulares e, inclusive, tomar cuidado para não se distrair com a internet.

Para um redator, usar a internet é muito importante, pois é por meio dela que ele terá informações sobre diversos assuntos, como manutenção preventiva geradores diesel. Mas cair na tentação de consultar as redes sociais o tempo todo pode ser prejudicial.

Além disso, deve-se evitar ao máximo olhar o celular o tempo todo. Com certeza, fazer algumas pausas é importante, mas o celular pode se transformar em um vilão, se o redator olhar para ele a cada 5 minutos.

5. Pensar no objetivo do texto

É fundamental que o redator saiba o tipo de texto que irá escrever. Por exemplo, se for falar sobre projetos com clp, provavelmente terá de escrever algo mais técnico.

Além de saber o tipo de texto, é importante definir o objetivo dele, pois isso ajudará a começar a produção textual do jeito certo, caminhando em uma única direção até o final.

Exatamente por isso, dentro do marketing de conteúdo, também é importante que o redator possua conhecimentos mínimos acerca da pauta, da persona, do estágio do funil de vendas, entre outros pontos.

6. Confiar em boas referências

Os redatores pesquisam tudo na internet, e apesar de o Google ser mais seletivo atualmente, ainda existem sites com informações falsas ou incompletas. 

Por exemplo, se for escrever sobre poço artesiano para irrigação, o ideal é que o redator acesse sites de empresas confiáveis.

Outra dica é também recorrer a sites e referências confiáveis, mesmo quando há domínio total sobre o assunto. 

Isso porque qualquer pessoa sempre tem algo a mais que precisa aprender, mesmo que o assunto seja simples e corriqueiro.

Se um engenheiro vai escrever sobre sistema de pressurização residencial, ele precisa consultar algum material de apoio na internet, para garantir a total consistência e qualidade de seu texto.

7. Manter coesão e coerência

Não existe nada mais chato do que ler um texto e não entender nada. A coesão e coerência servem, justamente, para que o leitor entenda o conteúdo de determinado texto.

Por exemplo, se o assunto é calibração de equipamentos volumétricos, deve haver uma transição suave entre os parágrafos, atentando-se à concordância entre eles.

Para conseguir isso dentro do marketing de conteúdo, uma boa dica é ter informações relevantes sobre a persona. 

Isso ajusta o tom do texto, além de auxiliar na escolha correta das palavras e dos ganchos que serão utilizados.

Uma boa escrita não é difícil!

Escrever um bom texto sobre assistência técnica de empilhadeira, ou qualquer outro assunto, não exige do redator nenhum esforço sobre-humano. 

Seguindo essas técnicas e praticando, continuamente, é possível chegar a uma escrita perfeita.

Isso não apenas fará com que os textos fiquem excelentes e sejam compreendidos pelos leitores, como também que o redator gosta cada vez mais de escrever.  

Esse texto foi originalmente desenvolvido pela equipe do blog Guia de Investimento, onde você pode encontrar centenas de conteúdos informativos sobre diversos segmentos.

Assine nossa Newsletter

Fique por dentro das novidades do mundo digital.

Compartilhe com seus amigos

Compartilhar no facebook
Compartilhar no google
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email