marketing de conteúdo e inbound marketing

Compartilhe com os amigos

Muitas pessoas ainda confundem os conceitos de marketing de conteúdo e inbound marketing. Mesmo que ambas sejam estratégias fundamentais para qualquer empresa na atualidade, existem algumas diferenças que devem ser levadas em conta.

O mundo está cada vez mais conectado, em grande parte por conta do processo conhecido como transformação digital. Esse tipo de atividade lida diretamente com questões de tecnologia, principalmente avanços em diversas áreas.

Por conta disso, uma empresa que produz crachá de identificação pvc, por exemplo, acaba tendo que se adaptar a uma série de questões importantes para gerar um engajamento maior dentro de suas possibilidades.

O mercado não fechou os olhos para isso, identificando uma mudança tanto em modelos de negociação quanto no próprio comportamento do cliente, que se tornou muito diferente do modelo anterior.

Hoje o consumidor é mais exigente e deseja saber informações, conhecer mais sobre o produto que está procurando e até mesmo sobre a empresa que o produz. Por isso, é muito importante criar conteúdo de qualidade para atrair estes clientes.

Para isso, é possível usar algumas estratégias que se enquadram no conceito geral de marketing digital. Dentro dele estão as inúmeras ações que podem ser aplicadas para otimizar esse tipo de relação entre consumidor e marca.

Conhecer alguns dos principais elementos desse tipo de atividade é fundamental para você conseguir os resultados que deseja de forma adequada, garantindo uma estrutura de publicação muito mais expressiva a longo prazo.

Para conseguir aproveitar melhor o marketing digital, é preciso entender como esse processo funciona. Para muitas pessoas, o elemento mais importante de engajar com novos consumidores é a jornada de compra.

Isso independe de a compra ser de um produto ou de um serviço, como filmagem com drone profissional, e esse engajamento conta muito na hora de efetivamente completar uma venda.

Para acompanhar todo esse processo, as empresas utilizam um conceito conhecido como funil de vendas, que segue todo o processo de consumo que um novo cliente está passando, desde o momento de descoberta da empresa.

Para delimitar melhor esse tipo de ação, o funil de vendas divide o processo de compra em quatro etapas simples, conhecidas como:

  • Visitantes;
  • Leads;
  • Oportunidades;
  • Clientes.

O visitante é aquele que está conhecendo a marca e ainda não possui nenhum vínculo ou relação com ela. Ele se torna um lead quando ele decide conhecer melhor a empresa e oferece seus dados pessoais para ganhar algum tipo de benefício.

Os leads são trabalhados com ferramentas de inbound marketing e de marketing de conteúdo, ficando cada vez mais interessados no produto ou serviço que está sendo apresentado, como aluguel tendas para eventos SP.

Por fim ele realiza a compra e se torna um cliente.

Acompanhar todo esse processo é fundamental para que você consiga explorar todas as suas possibilidades dentro do marketing, e é muito importante garantir esse tipo de resultado quando você pensa em novas atividades que serão realizadas na empresa.

A maneira mais simples de identificar as particularidades e os elementos em comum do marketing de conteúdo com o inbound marketing é justamente entender esses conceitos separadamente e como eles se encaixam em sua estratégia.

Marketing de conteúdo

O marketing de conteúdo é, em sua essência, qualquer tipo de material que tem como principal objetivo educar o consumidor, apresentar informações relevantes que ajudem-no a decidir por fechar a compra.

Quanto mais interessantes e atrativas forem as informações, maior é o impacto que o cliente recebe quando está ainda com algum tipo de dúvida ou questionamento sobre prosseguir com a jornada do cliente que procura por válvula de desvio.

Ainda que o conceito do marketing de conteúdo seja relativamente novo, a ideia de apresentar informações relevantes como forma de publicidade para fechar novas vendas é muito antiga.

O primeiro relato desse tipo de estratégia data de 1895, quando a empresa John Deere publicou pela primeira vez sua revista com foco em assuntos relacionados à agricultura.

Ainda que a empresa trabalhasse com equipamentos voltados para a área, o foco da revista era apresentar material de qualidade para que as pessoas quisessem continuar consumindo, e quando tivessem necessidade, procurassem a marca.

Desde então, diversas empresas têm feito esse tipo de estratégia, que acabou se popularizando ainda mais com o ambiente digital. A facilidade de publicar conteúdo em mídias como blogs, sites e redes sociais impulsionou esse modelo.

O processo de criar um canal de produção de conteúdo hoje é muito mais simples e menos custoso que antes, o que amplia as capacidades de produção de empresas em diversos segmentos, como EPI de eletricista.

Com esses recursos, entretanto, surge um problema referente ao tipo de conteúdo apresentado. Uma empresa que deseja se destacar em sua área de trabalho acaba trabalhando para produzir um conteúdo acima da média.

A originalidade também é uma questão muito importante nesse tipo de ação. Copiar material de outro autor é plágio e, além de ser muito antiético, pode apresentar problemas no âmbito jurídico.

Por isso, o ideal é sempre criar conteúdo relevante e próprio, usando suas bases de conhecimento e pesquisas para conseguir atrair a atenção do público-alvo de sua empresa.

Esse tipo de estratégia também é conhecido por tornar os criadores de conteúdo autoridades dentro de sua área de atuação, otimizando esse processo e garantindo novas vendas para qualquer empresa de análise ambiental que utilize esses recursos.

Inbound Marketing

O termo, que em uma tradução livre do inglês pode ser definido como marketing de atração, lida com a ideia de que o consumidor deve procurar a empresa, e não o contrário, como muitas ações de marketing tradicionais costumam fazer.

Nestes casos, a ideia é criar material relevante o suficiente para que o consumidor sinta-se atraído pela marca, procurando conhecer mais dela e de todas as possibilidades que possui, principalmente no âmbito da comunicação.

Para isso, é possível que o cliente utilize uma série de referências, desde redes sociais a motores de busca, ou mesmo sites de outras companhias que utilizam a sua como referência.

Hoje, quando um consumidor tem qualquer tipo de complicação, a primeira reação dele é procurar por soluções usando uma plataforma de pesquisa. Ao digitar algumas palavras-chave, ele consegue esse tipo de ação.

Os algoritmos dos motores de busca estão sempre procurando as melhores soluções para um consumidor, e com o inbound marketing você se torna essa opção, garantindo uma estrutura muito mais adequada para fazer um registro de logotipo de empresa.

É possível dizer que o marketing de conteúdo é parte do inbound marketing, seu coração, que cria todas as ferramentas que serão utilizadas pelos mecanismos digitais para fazer o cliente chegar até sua empresa.

O inbound marketing trabalha com diversas etapas desde a atração dos consumidores, passando até pelo pós-venda, quando é feita uma avaliação de todas as atividades que levaram a situação até aquele momento.

A análise de resultados é parte essencial do inbound marketing, que deve ser trabalhado com mais qualidade para que sua empresa consiga otimizar seus resultados e garantir que as negociações futuras sejam ainda melhores.

O pós-venda também é o momento de se comunicar com o consumidor e garantir que ele está satisfeito com a operação, tornando-o ainda mais integrado no relacionamento consumidor e fábrica de uniformes em brim.

É possível separar os dois?

Embora sejam conceitos completamente diferentes, eles dependem um do outro para que suas estratégias tenham efetividade.

Enquanto o marketing de conteúdo tenta buscar um relacionamento melhor com o consumidor, o inbound marketing dá sequência na estratégia de vendas ou de conversão do cliente ao longo da jornada de compras.

Esses processos funcionam de forma fluida e natural, e não há uma necessidade em tentar forçar algum tipo de questão dentro de sua estratégia de marketing digital. A sobrevivência de ambas é altamente dependente.

Por conta disso, é importante frisar que não existe uma separação entre os dois elementos para a criação de uma estratégia funcional, ainda que ambos dependam de atenção e cuidados específicos para você ter resultados positivos.

Considerações finais

Com o marketing de conteúdo e o inbound marketing você consegue trabalhar com uma série de ferramentas importantes para estruturar melhor o impacto de suas ações.

Assim, é possível trabalhar corretamente com todas essas questões, ampliando as chances de conversão e a aquisição de novos consumidores para sua marca, otimizando esse tipo de relacionamento.

Companhias que conseguem utilizar essas ferramentas de engajamento acabam se tornando verdadeiras referências dentro de seus segmentos de atuação, ganhando o status de liderança no mercado.

Esse texto foi originalmente desenvolvido pela equipe do blog Guia de Investimento, onde você pode encontrar centenas de conteúdos informativos sobre diversos segmentos.

Postagens que podem ser do seu interesse

Não vá embora ainda!
Descubra nossas ofertas exclusivas antes de partir!

Preencha o formulário abaixo para receber a oferta!

Obs.: NÃO ENVIAMOS SPAM

Precisa de Ajuda? Converse Conosco